No país da lamúria

0
33
DR/TI
DR/TI

Dei comigo hoje a pensar numa fábula de La Fontaine, inserta no meu Livro de Leitura da 4ª classe, e que assim rezava:

Uma coruja encontrou uma águia e disse-lhe: Ó águia, se vires uns passarinhos muito lindos, num ninho, com uns biquinhos muito bem feitos, olha lá, não os comas que são os meus filhos.

A águia prometeu que não os comia; foi voando e encontrou numa árvore um ninho de coruja e fez das corujinhas um belo manjar. Quando a coruja chegou e viu que lhe tinham comido os filhotes, foi ter com a águia, muito aflita: Ó águia, sua falsa, prometeste-me que não comias os meus filhinhos, e mataste-mos todos.

Respondeu a águia: Eu encontrei umas corujas pequenas, num ninho, todas depenadas, sem bico e comi-as; e como tu me disseste que os teus filhos eram lindos e tinham uns biquinhos bem feitos, entendi que não eram esses.

-Pois eram esses mesmos – disse a coruja.
-Pois então queixa-te de ti – tornou-lhe a águia – que me enganaste com a tua cegueira.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura