O Bloco põe o ambiente e a saúde dos terceirenses à frente da diplomacia entre Portugal e EUA

0
17
DR/BE
DR/BE

Para o Bloco de Esquerda, o ambiente e a saúde das pessoas são mais importantes do que as relações diplomáticas de Portugal com os EUA. Alexandra Manes, candidata do BE pela ilha Terceira, salientou que o BE foi o primeiro partido a levar o assunto da contaminação de solos na Base das Lajes à Assembleia da República, e Catarina Martins foi a primeira líder nacional a vir aos Açores falar sobre o assunto.

Numa ação simbólica, realizada no paúl da cidade de Praia da Vitória, Alexandra Manes classificou a contaminação dos solos e aquíferos um “crime ambiental”, e garantiu que o BE vai continuar a insistir na responsabilização dos EUA nos trabalhos de descontaminação, seguindo o princípio do poluidor-pagador, bem como de que o processo de descontaminação seja transparente para que qualquer pessoa possa acompanhar.

“Nós sabemos que em situações semelhantes, em bases em solo norte-americano, existe um chamado ‘superfundo’ para resolver os problemas ambientais provocados pela utilização militar”, disse a candidata do BE, que exige que os EUA sigam o mesmo procedimento na Terceira.

O BE alerta para o facto de haver uma tendência – expressa nas propostas de outros partidos sobre esta matéria – “para desresponsabilizar os autores do crime ambiental praticado – os EUA –, e para relegar a saúde e bem-estar dos terceirenses e das terceirenses para segundo plano, para que prevaleçam as relações diplomáticas com o governo norte-americano e a preocupação com a permanência de Portugal na NATO”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO