O DESCONTROLO DA OPOSIÇÃO!!

0
5

A proximidade das eleições é aproveitada normalmente para acusar os partidos ou executivos no desempenho de funções, de terem um comportamento mais ativo, proporcionador de maiores atividades, de maiores notícias, entre outras coisas.
Não é o caso do atual executivo do Município da Horta, que tem desenvolvido desde o primeiro dia de funções, um trabalho de proximidade, resolvendo os verdadeiros problemas das pessoas, e não seria justo que não o fizesse até ao último dia do presente mandato, felizmente acompanhado de obra, que terei o gosto de relembrar em próximos escritos, demonstrando o quanto se fez pelo Faial e pelos Faialenses.
No entanto, a bem da verdade são mais as vezes que após quatro anos de profunda dormência democrática, ausência de participação e de vontade de construir, aparecem os partidos da chamada oposição, a fazerem exatamente isso. OPOR-SE.
Muitas das vezes passaram anos a fazer de conta que se interessavam, a nunca apresentarem qualquer solução e depois, como num passe de mágica, acordam para a vida, aparecem como cogumelos nos pastos, com frases feitas, que mais não são que tentativas de desestabilização, provocando aquilo que lhes interessa, que é, nada mais nada menos, que o cada vez maior afastamento das populações, das reais questões, incitando até a comportamentos que muitas das vezes se aproximam dos radicalismos extremos que infelizmente populam por esta europa fora.
Após quatro anos de total ausência de pensamento, servem-se agora de tudo e mais alguma coisa para tentarem alcançar os seus objetivos, que sendo legítimos, devem pugnar para que esses mesmos sejam alcançados, de forma séria e honesta.
Ainda não começou a campanha e o que já oferecem aos Faialenses são entradas para as suas casas, asfaltagens, empregos, pisos sintéticos para os clubes e sabe-se lá mais o quê. Não são capazes de pela fundamentação de ideias, pela defesa de argumentos, assumir a defesa da ilha do Faial.
Servem-se das obras regionais para provocar a discórdia entre os Faialenses, chegam mesmo a por em causa a realização de obras de elevado valor para a ilha, apenas e só com objetivos eleitoralistas, procurando responsabilizar a gestão Municipal, ao ponto de até defenderem as mais indefensáveis das causas.
Foram proponentes de uma verba no valor de 150 mil euros, no orçamento regional, para execução do projeto do Aeroporto da Horta, orçamento esse que iriam chumbar, independentemente da inclusão ou nas dessas verbas, demonstrando claramente que a força dos deputados do PSD Faial se resumia à apresentação de propostas sem qualquer importância para o seu partido, assentes na demagogia que os caracteriza, e na clara falta de conhecimento do valor que pode atingir um projeto desta envergadura, pois se fosse algo que o PSD Açores assumidamente defendesse, teria alterado o seu sentido de voto e aprovado o orçamento regional.
Acham que 150 mil euros paga sequer um terço do custo do projecto?
Foram também proponentes de compromissos comuns na defesa dos investimentos no Aeroporto da Horta, desafio em fase pré eleitoral regional, e agora que se encontrou uma proposta de intervenção, um trabalho isento, feito com e por pessoas sérias, experientes, capazes de desenvolverem um documento que de uma forma clara e inequívoca assume uma proposta de intervenção, qual foi a sua posição? Qual foi o comentário feito? Qual o elogio proferido? Nenhum!
Onde estava afinal a vontade de estabelecer compromissos comuns?
Na verdade o que interessa ao PSD Faial e aos seus deputados candidatos, é aparecer na fotografia, munidos de demagogia barata, com o objetivo de enganar os Faialenses, para concretizar as suas desmedidas ambições pessoais.
Fazer parte das soluções, apresentar propostas concretas, no fundo, trabalhar verdadeiramente em prol do Faial e dos Faialenses, não é de todo a postura que caracteriza os deputados candidatos e o PSD Faial.
A falsa preocupação demonstra apenas uma coisa, como dizia Abraham Lincoln: Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo.
E este é o maior problema do PSD, não podendo enganar todos a todo o tempo, vai variando os temas quando os mesmos vão sendo resolvidos por aqueles que de forma séria, empenhada e esforçada, se dedicam à defesa do Faial e dos Faialenses.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO