PS/Rabo de Peixe promove ciclo de conferências sobre “O Futuro da minha Terra”

0
24
blank
DR

A secção do Partido Socialista de Rabo de Peixe dá início no próximo dia 7 de fevereiro a um ciclo de conferências sob o tema “O Futuro da minha Terra”, contribuindo, desta forma, para que os desígnios da maior comunidade piscatória da Região não sejam esquecidos por parte do Poder Local.

A iniciativa prende-se com a manifesta preocupação demonstrada pelos socialistas de Rabo de Peixe, por não estarem a ser defendidos os verdadeiros interesses da vila, quer por parte da Câmara Municipal como da própria Junta de Freguesia, ambas do PSD.

A título de exemplo, referem o campo de futebol que, chegados ao início de 2020, continua a não existir, acrescentando “que tudo se encaminha para que a obra sirva para as eleições de 2021, em vez de servir a juventude de Rabo de Peixe”.

Também ao nível do Turismo, alavanca de crescimento na Região ao longo dos últimos anos, a secção do Partido Socialista sublinha a falta de aproveitamento por parte da vila desse mesmo crescimento, uma vez que “continua sem ver a luz do dia o tão apregoado Roteiro Turístico, continuamos sem WC’s públicos no centro da vila, não avança o projeto para remodelação do edifício devoluto em frente à Igreja e encerra-se o Posto de Informação Turística existente”.

“Em matéria de políticas ambientais há também muito a desejar, com a falta de empenho, por parte da Junta de Freguesia, na colocação de caixotes de lixo na Avenida da Autonomia (acesso ao porto de pescas), e com a falta de reforço, por parte da Câmara Municipal, do número de contentores existentes junto às casas de apresto, que são manifestamente insuficientes para os resíduos urbanos ai depositados há já muito anos”, afirmam os socialistas, acrescentando ainda que ao nível social sucedem-se as queixas de vários cidadão que “registam o seu descontentamento pela forma como os apoios são atribuídos”.

Por tudo isso, o ciclo de conferências promovido pela secção do Partido Socialista de Rabo de Peixe pretende dar voz a todos quanto se preocupem com o futuro da sua terra, para que os desafios que se colocam no presente e no futuro sejam efetivamente ultrapassados.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO