PS/Ribeira Grande defende vacinação em massa e concretização de apoios aos empresários de Rabo de Peixe

0
14
dr

O Partido Socialista da Ribeira Grande, através da sua Comissão de Acompanhamento da COVID-19, manifesta a sua grande preocupação com o evoluir da situação da pandemia no concelho, especialmente na Vila de Rabo de Peixe.

Uma simples leitura dos números diários evidencia que o surto pandémico, a nível regional, se encontra centrado na Vila de Rabo de Peixe. Não é necessário ser especialista em saúde pública para perceber isto. Basta ter algum tato. O que parece não acontecer nem no Governo dos Açores, nem na Câmara Municipal da Ribeira Grande.

Assim, é por demais evidente que a forma mais eficaz de combater a pandemia é promover a vacinação em massa na Vila de Rabo de Peixe, contrariando os números da doença e permitindo a tão desejada normalização da vida diária no concelho da Ribeira Grande. A este respeito, o PS/Ribeira Grande não entende o silêncio do autarca da Ribeira Grande e da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe.

Valorizamos a presença de equipas multidisciplinares no terreno, embora pensemos que estas já deveriam ter sido ativadas há muito tempo, desde logo, após o fim das cercas sanitárias a Rabo de Peixe, que se prolongaram por mais de 2 meses.

O PS/Ribeira Grande apela, ainda, ao Governo Regional dos Açores que concretize rapidamente os programas de apoio e majorações de outros programas de apoio, como o ‘APOIAR.PT Açores’, prometidos aos empresários de Rabo de Peixe, mas ainda não concretizados.

Estes apoios, aprovados no plenário da Assembleia Regional em fevereiro, publicados em diário da república em finais de março, foram prometidos pelo Sr. Presidente do Governo dos Açores para esta semana. Certo é que já vamos a meio de Maio e tardam a entrar nas contas bancárias das empresas de Rabo de Peixe.

Os empresários de Rabo de Peixe, especialmente os dedicados à restauração e similares, não podem continuar nesta situação de asfixia financeira, impedidos de abrir portas para desenvolver a sua atividade, mas obrigados a pagarem as despesas fixas dos seus negócios.

A esse respeito – e dada a gravidade da situação que atravessamos – entendemos que a própria Câmara Municipal da Ribeira Grande deve ir mais longe no apoio aos nossos empresários, bem além dos anunciados 40 mil euros.

O PS/Ribeira Grande defende que os apoios não são para anunciar, mas antes para concretizar, sob pena de se poder estar a empurrar largas centenas de trabalhadores para o desemprego. Se não houver cuidado teremos a pandemia do desemprego e da miséria, logo após a pandemia da COVID-19.

Impõe-se ação urgente do município e do governo regional.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO