Reflexões Crónicas – A Diáspora do Património

0
21
TI
TI

Um dia destes, numa visita a uma casa em Lisboa, entre coroas do Espírito Santo e pinturas de paisagens verdejantes, fui descobrir uma verdadeira casa “açoriana”, já meia a diluir-se na capital, mas onde depressa identifiquei a ilha de origem, a família e a “casa-mãe” familiar, informações que confirmei com os anfitriões.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO