Reflexões Crónicas – Notas de uma viagem ao Faial (II)

0
8
TI
TI

Há pouco menos de um ano escrevi um texto com este mesmo título, resultado de uma viagem pelo Faial com dois visitantes estrangeiros. O tom era o de crítica, sobretudo em relação ao estado em que encontraram o nosso património. Escrevi nessa altura que “não há melhor que ver pelos olhos de outros para termos uma percepção ainda melhor do que nos rodeia. E sobretudo para termos a noção de qual a imagem que passamos para quem nos visita. Deixo aqui algumas impressões desta «viagem».” Repito o argumento, agora suscitado por uma recente “viagem-relâmpago” ao Faial, na qual tive oportunidade de mostrar um pouco da cidade a dois amigos da capital, e também pelo relato que me fizeram dessa viagem (mais longa que as breves horas em que os pude acompanhar).

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO