Roazes dos Açores, Canárias e Biscaia falam todos a mesma língua, mas com sotaques diferentes

0
22

Foi publicado recentemente, na revista Acta Ethologica, um estudo levado a cabo pelos biólogos Mónica Silva, Irma Cascão e Rui Prieto que conclui que os roazes dos Açores, Canárias e Biscaia, falam todos a mesma língua mas em sotaques diferentes. 

Essas diferenças poderão resultar de adaptações locais aos ambientes acústico e social, vem referido no artigo. 

Um novo estudo sobre as características dos assobios dos roazes (Tursiops truncatus) em três localidades do Atlântico Norte centro-leste (Açores, Canárias e Baía da Biscaia) e outras três do Mediterrâneo (Mar de Alboran e Golfo de Vera e Golfo de Lion), detectou diferenças claras no repertório acústico dos animais do Atlântico e Mediterrâneo. 

Os resultados apontam para a existência de uma população oceânica que engloba as localidades Atlânticas, o que está de acordo com dados obtidos noutro estudo do DOP/IMAR, utilizando características genéticas.

No entanto, foram detectadas diferenças importantes nas características acústicas entre as localidades estudadas no Atlântico assim como entre as localidades no Mediterrâneo.