Senha que valeu o carro no sorteio do Comércio Tradicional veio de um estabelecimento faialense

0
23

Decorreu na tarde de ontem, na sede do Grémio Literário Artista Faialense, o sorteio da campanha de Natal do Comércio Tradicional, da responsabilidade da Câmara do Comércio e Indústria da Horta, em colaboração com a autarquia.

Este ano, a novidade estava no prémio a sortear pelas ilhas de abrangência da CCIH: ao contrário dos anos anteriores, em que os prémios eram vales de compras no Comércio Tradicional, em 2010 o prémio foi um automóvel. De entre as inúmeras senhas que quase transbordavam do enorme recipiente onde estavam colocadas – sinal de que, afinal, a crise ainda não terá chegado em força ao Comércio Tradicional -, a sorteada veio de um estabelecimento comercial da ilha do Faial. O feliz contemplado, Dário Raposo, foi de imediato contactado e, em menos de cinco minutos, chegou à sede do Grémio. Só aí recebeu finalmente a novidade de que tinha acabado de ganhar um carro novo.

De acordo com Humberto Goulart, vice-presidente da CCIH, “há muito para fazer pelo Comércio Tradicional”, no entanto entende que é um “desafio conjunto” dos líderes dos empresários e da Câmara Municipal da horta, razão pela qual considera a parceria entre as duas instituições bastante positiva. Da mesma opinião partilhou o vice-presidente da Câmara Municipal da Horta, José Leonardo Silva, que entendeu ser preciso “reanimar o comércio tradicional”. Para o autarca, é vital passar aos cidadãos a noção da importância de “comprar o que é nosso”. Frisando o grande número de senhas, José Leonardo mostrou-se satisfeito com a participação das pessoas.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!