SRPCBA comunica o ponto de situação da crise sismovulcânica na ilha de São Jorge

0
33
blank
SRPCBA

Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA)

O Presidente do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA)
afirmou hoje que está quase terminado o reconhecimento dos portos, portinhos, fajãs e
caminhos de evacuação na costa Norte e costa Sul de São Jorge, referindo-se aos portos
utilizáveis em toda a ilha, no sentido de identificar vias de circulação caso seja ativado o
plano de evacuação tanto por terra como por mar.

Eduardo Faria, que falava após o briefing diário em que participam várias entidades
envolvidas na crise sismovulcânica em São Jorge, disse que esse trabalho está a ser
efetuado pelos elementos das Forças Armadas, mais concretamente pelos fuzileiros da
Marinha Portuguesa, através do reconhecimento aéreo de drones.

“O objetivo é analisar as condições de segurança”, sublinhou o Presidente do SRPCBA.

De acordo com Eduardo Faria também já foram entregues as imagens extraídas na ponta
dos Rosais para o CIVISA averiguar alguma questão relativamente à segurança e à
instabilidade da falésia.

“O CIVISA, depois de analisar essas imagens, poderá ser mais específico relativamente à
segurança daquela zona para ser utilizada”, adiantou.

O Presidente do SRPCBA reforçou uma vez mais o alerta à população, sublinhando que
as pessoas devem continuar a seguir as informações e as recomendações das entidades
oficiais.

“Entre a meia-noite e as 10h00 foi registado um número [de sismos] acima daquele que
se registou no dia de ontem. Nem os aumentos devem alarmar as pessoas, nem os
decréscimos devem relaxar as pessoas”, frisou Eduardo Faria.

Segundo os mais recentes dados disponibilizados pelo Centro de Informação e Vigilância
Sismovulcânica dos Açores (CIVISA), ao longo do dia de ontem, 4 de abril, foram
contabilizados cerca de 399 eventos (um sentido pela população). Entre as 00:00 e as
10:00 de hoje foram contabilizados aproximadamente 291 eventos.

Desde o dia 19 de março, até ao momento foram registados 27223 sismos, dos quais 226
sentidos pela população. Pelo exposto, o CIVISA encontra-se em alerta V4.
Toda a informação relativa à crise sismovulcânica pode ser acompanhada e consultada
em http://www.ivar.azores.gov.pt/sjorge/Paginas/default.aspx.