Sustentabilidade

0
8
blank

Chegou finalmente o Verão! Dias de sol, calor, festividades, amigos e família que vêm de fora, tardes na praia, gente na rua, convívio, jantaradas, turismo. Este é o momento em que os Açorianos estão mais “à vontade”, em que uma certa postura mais carregada e céptica que nos acompanha no longo inverno, dá lugar a uma forma de estar mais extrovertida e descontraída. Nota-se uma leveza nas expressões e nos corpos, uma outra jovialidade e predisposição para aproveitar os dias. E que longo foi este inverno! Embora tenha sido bem mais “ameno” por aqui do que noutros lugares, onde os sucessivos confinamentos afectaram muito mais o quotidiano, não deixa de ser empolgante ver a aproximação do Verão, com as suas promessas de “normalidade”. Após mais de 2 anos de pandemia, vemos regressar os impérios, as celebrações, a Semana do Mar. Até a praia de Porto Pim, graças a uma limpeza no areal e a várias semanas de vento norte teve direito a “renascer” e a brilhar em todo o seu esplendor (nem que tenha sido por um curto espaço de tempo). E no turismo aparentemente tudo aquilo que prometia, está a concretizar-se: as estatísticas do primeiro semestre mostram que se estão bater os números visitantes de 2019, os turistas estrangeiros voltaram em força, os portugueses, embora estejam já a viajar para outros destinos, continuam a querer explorar os Açores, especialmente as ilhas que não conhecem, os alojamentos estão cheios (pelo menos em Julho e Agosto), a rent-a-car já há meses que não têm carros para alugar (e os últimos que alugaram já foram a preços exorbitantes), os restaurantes estão completamente cheios (não têm é quem neles trabalhe). São estes os traços e os paradoxos que animam um destino turístico que se “começou” a mostrar em 2015 e que desde lá quase duplicou o número de dormidas de visitantes (no Faial passámos de 107.000 dormidas em 2015 para 193.000 dormidas em 2019, número que este ano certamente iremos ultrapassar). O Verão está ganho, há que aproveitar.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura