Termas do Varadouro – Governo prepara terreno e procura investidores privados

0
10

 Na passada semana, o secretário regional da Economia esteve no Faial para visitar as Termas do Varadouro, e inteirar-se do andamento do processo de aquisição dos terrenos na área circundante, que está a ser desencadeado pelo Executivo.

De acordo com Vasco Cordeiro, o Governo investiu já 450 mil euros no processo de aquisição dos terrenos. Neste momento, faltam adquirir nove prédios, que no entanto correspondem apenas a menos de 10% da totalidade do terreno. Cordeiro acredita por isso que esta fase do processo deverá ficar concluída antes do final do ano.

Com esta iniciativa, o Executivo Regional pretende dotar o espaço com “melhores condições para a implementação de um projecto renovado” e também proteger os recursos termais ali existentes, uma vez que estes se encontram a profundidades reduzidas.

Simultaneamente, a Agência de Promoção do Investimento dos Açores (APIA) está à procura de investidores privados interessados neste projecto. Segundo o governante, esses interessados existem, e já decorrem conversações que, de acordo com Vasco Cordeiro, “poderão dar um contributo decisivo para a reactivação daquela infra-estrutura termal”.

Cordeiro não duvida dos contributos que a criação de uma valência como esta trará ao turismo faialense, e, em articulação com as termas do Carapacho, na Graciosa, e da Ferraria, em São Miguel, ao nicho do turismo de bem-estar na Região. No entanto, enquanto que as termas do Carapacho e da Ferraria se trataram de obras públicas, cuja exploração foi depois concessionada a privados, no Faial o Executivo procura um investimento privado desde a fase de construção.