Vacina pneumocócica passa a integrar Plano Regional de Vacinação

0
13

A vacina contra a doença pneumocócica passa a fazer parte do Plano Regional de Vacinação, publica hoje o Jornal Oficial.

Segundo a informação esta vacina passou a ser comparticipada a 1 de outubro, com a entrada em vigor da nova portaria de reembolsos.

A vacina em causa reduz o risco de infeções graves causadas pelo Streptococcus pneumoniae. Esta bactéria é causa comum de infeções respiratórias, como a otite, sinusite e pneumonia, como também de infecções mais graves e generalizadas, como a meningite ou a sepsis.

Esta vacinação aplica-se a crianças até aos cinco anos de idade e passa a ser reembolsada na totalidade para as pessoas com menores rendimentos. Para os restantes utentes, a percentagem de reembolso é variável consoante a condição económica.

Nesta mesma portaria, foi ainda alterado o calendário de vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano. Esta vacina é recomendada para raparigas dos entre os 10 e os 13 anos, mas pode ser iniciada até aos 18 anos e completada (2.ª ou 3.ª dose) até aos 25 anos.

A informação publicada refere ainda que o Plano Nacional de Vacinação vai incluir também as vacinas contra o tétano e difteria, durante toda a vida.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO