Vasco Cordeiro destaca aumento significativo das respostas sociais para crianças e idosos dos Açores

0
7

O Presidente do PS/Açores destacou o aumento significativo das respostas sociais para crianças e idosos na Região, garantindo que as sinergias criadas entre entidades públicas e privadas são para aprofundar: “Nós nos últimos oito anos, em termos de respostas sociais na nossa Região, ou seja, vagas em creches, em jardins de infância e em estruturas residenciais para idosos, tivemos um crescimento de cerca de 30%”.

No entanto, como fez questão de garantir Vasco Cordeiro, “isso deve, sobretudo, incentivar-nos a prosseguir nesse trabalho de dotar cada uma das ilhas das condições, para que viver em cada uma delas, possa também ser sinónimo do acesso aos cuidados de saúde, e não só, mas também aos cuidados de apoio social, como é o caso de lares de idosos e das outras valências que referi”.

Vasco Cordeiro, que esta quarta-feira realizou um conjunto de visitas na ilha do Corvo, falava após uma reunião com a Santa Casa da Misericórdia: “É este o compromisso do Partido Socialista que é, também, concretizado e reafirmado aqui na ilha do Corvo, pelas variadíssimas razões de importância que tem para a ilha e para o desenvolvimento da nossa Região”.

Tomando como exemplo o que acontece na ilha do Corvo, em concreto quanto às “sinergias que se criam entre a Unidade de Saúde de Ilha e a própria Santa Casa da Misericórdia”, o líder dos socialistas açorianos, defendeu que “o que interessa fazer agora é aproveitar e aprofundar as sinergias que se criam nestas parcerias”.

Vasco Cordeiro referiu, ainda, a importância da aposta que tem sido feita na valorização especifica de cada ilha: “É isso que temos feito com o Eco Museu do Corvo. É isso que temos feito com a criação da Casa do Tempo (…), assim como a valorização da realidade de cada uma das nossas ilhas, criando condições para a afirmação em termos do todo regional, mas também do ponto de vista da atratividade, desde logo, no setor turístico”.

Para o Presidente do PS/Açores “a aposta de futuro” é “no reforço das condições para que viver no Corvo, trabalhar no Corvo tenha, no fundo, as mesmas condições de acesso a um conjunto de serviços, desde logo, de apoio social, mas também de oportunidades de desenvolvimento que queremos prosseguir, reforçando desta forma a Coesão Regional, reforçando dessa forma o nosso trajeto coletivo”.

Questionado pelos jornalistas sobre os transportes marítimos, nomeadamente em termos de abastecimento, Vasco Cordeiro realçou a aposta que tem sido feita, quer no “Porto da Casa, dando condições para que ele possa funcionar e ter uma melhor operacionalidade e segurança”, quer na “criação de um regime de incentivos e de apoio para a renovação da frota local”.

“Tudo isto são medidas concretas para dar resposta a essa necessidade. Há, contudo, algumas coisas que nós não conseguimos alterar, o tempo – as condições atmosféricas – é uma delas, mas em tudo aquilo que conseguimos melhorar, temos feito um trabalho que tem produzido alguns resultados, mas queremos ainda fazer mais e melhor sobre essa matéria”, concluiu.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO