Zuraida Soares promete atenção à RTP/A e à Lei das Finanças Regionais

0
15

Para a representação parlamentar do BE a situação de dificuldade dos açorianos não se pode dissociar do que se passa no país, por isso Zuraida Soares começou a sua intervenção final no debate do Plano e Orçamento para 2013 chamando a atenção para a necessidade de “mandar a Troika embora” e de “reestruturação da dívida”, defendendo também o fim do atual Governo PSD/CDS-PP na República.

No entanto, a deputada não demite o Governo Regional de responsabilidades e exige a Vasco Cordeiro que “cumpra a promessa basilar da sua campanha eleitoral: ser um escudo, no âmbito das nossas prorrogativas autonómicas, para minorar os efeitos da austeridade estúpida e brutal”.

Quanto ao Plano e ao Orçamento, Zuraida Soares lamenta a falta de audácia na área da reabilitação urbana, a recusa em aumentar o acréscimo regional ao salário mínimo e em devolver o subsídio de férias e o escasso aumento do complemento regional de pensão. O BE vai, de resto, apresentar propostas de alteração para colmatar estas falhas.

A deputada entende também que este Governo faz apenas uma “encenação de diálogo” e promete combater o secretismo à volta de temas importantes da atualidade regional, como sejam os dossiers da RTP/Açores e da Lei das Finanças Regionais.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO