Licença para matar

0
172
TI
TI

1. Parece-me inqualificável que um assunto como a eutanásia, pela sua natureza, seriedade e pelas consequências que implica, tenha sido escondido na última campanha eleitoral (tivemos eleições ainda nem bem há quatro meses!) para, agora, pouco tempo depois, nas costas do povo, ser decidido por deputados que, neste particular, apenas e só se representam a si próprios. Exceto o PAN, o Bloco de Esquerda e o Iniciativa Liberal, que incluíram este tema nos seus programas eleitorais, os outros partidos não o colocaram e, por isso, todos eles, incorrem num censurável e inqualificável desprezo pelos eleitores e pela capacidade destes participarem nas decisões, quer antes, quer agora, uma vez a Assembleia da República rejeite a possibilidade de o tema ser referendado (aliás, um mal menor, pois o direito à vida é um assunto que não devia ser limitado nem referendado!).

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO