“MacaroNight – Noite Europeia dos Investigadores” regressa a 27 de setembro com Ciência para todos

0
9
DR

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia realçou hoje a importância do projeto ‘MacaroNight – Noite Europeia dos Investigadores da Macaronésia’, que este ano decorre a 27 de setembro, enquanto “motor de divulgação da cultura científica”, enfatizando o facto deste tipo de iniciativas “permitir reforçar o trabalho em rede” dos Centros de Ciência dos Açores.

Bruno Pacheco defendeu, neste sentido, que a aposta do Governo dos Açores passa, precisamente, por garantir que os Centros de Ciência da Região “trabalhem cada vez mais em rede, levando as mais variadas atividades a todas as ilhas do arquipélago”.

“A intenção é multiplicar, replicar e estender as grandes iniciativas de divulgação de cultura científica a todas as ilhas”, referiu o Diretor Regional, que falava na conferência de imprensa de apresentação da segunda edição desta iniciativa, que terá lugar no Pavilhão do Mar, em Ponta Delgada.

A ‘MacaroNight’ conta com a participação dos seis Centros de Ciência da Região, da Escola de Novas Tecnologias dos Açores, com a Europe Direct Açores e investigadores convidados.

O Observatório do Mar vai apresentar a atividade ‘Mergulho ao Futuro’, em que os visitantes podem ter a oportunidade de, por exemplo, serem operadores de um ROV (veículo submarino operado remotamente), sendo que o Observatório Vulcanológico e Geotérmico escolheu como temática ‘Satélites: analisar o presente, salvaguardar o futuro’, para destacar a importância dos satélites para o conhecimento da Terra.

A atividade do Observatório Microbiano irá incidir sobre a temática da ‘Biotecnologia dos Microrganismos’ e o Observatório Astronómico de Santana apresenta como tema ‘Descobrir o Espaço para compreender a Terra’, que engloba a demonstração de tecnologias espaciais, as atividades no planetário móvel e um espaço interativo com tecnologias espaciais com recurso à robótica.

Já o Observatório do Ambiente vai desenvolver uma série de atividades subordinadas ao tema ‘A tua escolha faz diferença! Sê sustentável!’ e o EXPOLAB marca presença com várias atividades práticas subordinadas ao tema ‘Que futuro para o ambiente? Que ambiente para o futuro?’.

Este ano, a Noite Europeia dos Investigadores vai estar estruturada em nove espaços, seis dos quais da responsabilidade dos Centros de Ciência e outros três destinados à atividade do ‘Pitch com Investigadores’, do Planetário e do Espaço de Robótica, da responsabilidade da Escola de Novas Tecnologias dos Açores.

Na conferência de imprensa de hoje, o Diretor Regional adiantou ainda que novembro será o ‘Mês da Ciência’, estando previstas várias atividades e iniciativas em todas as ilhas do arquipélago, à semelhança do que aconteceu no ano passado, no âmbito da ‘Quinzena da Ciência e Tecnologia’.

Entre as várias iniciativas que serão organizadas pelos Centros de Ciência dos Açores, destaca-se a “Feira da Ciência”, em Angra do Heroísmo, que levará à ilha Terceira uma mostra da Noite Europeia dos Investigadores.

A iniciativa ‘MacaroNight’ é financiada pela Comissão Europeia, através do programa Horizonte 2020, nas Ações Marie-Curie, e conta com a participação de vários parceiros dos Açores, Madeira e Canárias.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO