Madalena Férin revisitada

0
7
Victor Rui Dores
Victor Rui Dores

2023 ficará marcado como o ano de Madalena Férin (1929-2010), já que as publicações, coincidentes, de dois livros vieram resgatar do esquecimento esta escritora: Violinos ocultos sob a relva, poesia reunida (1957-2003), Instituto Açoriano de Cultura), com organização e introdução de Ângela de Almeida; e É preciso romper o amanhã – Madalena Férin revisitada (Companhia das Ilhas), coordenado por Vasco Medeiros Rosa, com vistosa capa que reproduz retrato de Madalena Férin da autoria de Victor Câmara.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!