O País tem de apoiar mais a cultura e os jovens criadores dos Açores, defende Isabel Almeida Rodrigues

0
5
DR

“Foi com o governo do Partido Socialista na República que se garantiu que o novo regime de atribuição de apoios financeiros do Estado, através da Direção Geral de Artes, abrangesse os agentes culturais da Região Autónoma dos Açores, acabando com uma injustiça que não fazia sentido”, lembrou este domingo a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro.

Isabel Almeida Rodrigues, que falava à margem da visita ao Estúdio 13, em Ponta Delgada, assinalou ainda, a importância de o País continuar a investir na inovação e na criatividade dos jovens, através das indústrias culturais e criativas, “não só pelo que trazem à construção da nossa identidade coletiva, mas também pelas oportunidades ao nível económico”.

“Não temos dúvidas que o fomento da criatividade jovem e das indústrias culturais e criativas são um grande contributo para novas dinâmicas culturais, para a participação cívica e, até mesmo, para gerar novas atividades económicas que trazem mais valias para a nossa Região”, afirmou a socialista.

Lembrando não se poder descurar áreas como estas, que em outras ocasiões foram tratadas como o parente pobre das políticas públicas, Isabel Almeida Rodrigues defendeu a necessidade de se aumentar “a sensibilidade para a área cultural e, sobretudo, para o fomento da criatividade e das artes”.

Nesse sentido, a candidata do PS/Açores à Assembleia da República comprometeu-se a lutar, ao longo dos próximos quatro anos na Assembleia da República, por um “reforço dos apoios às atividades culturais e criativas dos jovens”, bem como “continuar a trazer para a Região oportunidades que permitam aos nossos jovens, não só desenvolverem todo o seu potencial, como darem a conhecer o trabalho extraordinário que fazem na Região”.

“É também por isto que importa, no próximo dia 6 de outubro, exercer o seu direito de voto, para que possa escolher o futuro que se pretende para a nossa Região e para que se lute por mais apoio à cultura e aos jovens criadores dos Açores”, referiu a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO