Tarifa Açores

0
17
Devin Gomes
Devin Gomes

Depois de 3 artigos onde fui incisivo nas falhas do Governo Regional, falhas essas que pela persistência ou gravidade têm sido constantemente abordadas por diversos articulistas e inclusive militantes do maior partido do Governo, sinto-me embebido num espírito conciliador e sugestivo. Quero acreditar que o acumular de trapalhadas em tão pouco tempo, não sejam maís do que “dores de crescimento” pela ausência de 24 anos do poder, articulada à difícil tarefa de conciliar uma caranguejola de 5 vontades politicas diferentes, muitas delas ausentes de estrutura programática consistente ou projeto político minimamente implementado na nossa população.

Obviamente que também existem alguns aspetos positivos, os quais já aqui tive oportunidade de referir, como é o caso da tarifa Açores. Aquando da sua apresentação tive oportunidade de referir que a mesma seria exequível, mas que seria bom que os Açorianos percebessem que mais não seria que colocar mais dinheiro dos contribuintes na transportadora, e que seria difícil conciliar esta medida, logística e financeiramente, com os reencaminhamentos de turistas, que tão importantes estavam a ser para as 7 ilhas sem voos de outras companhias ou voos internacionais. Ora, o futuro tratou de confirmar que os reencaminhamentos acabariam alguns meses depois, o que leva a crer que a mesma foi criada já a pensar nesse fim.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura